Ao dirigir-se à imprensa no encerramento da inauguração da Mina do Luele, João Lourenço enfatizou que a adesão de Angola à Iniciativa para a Transparência nas Indústrias Extrativas (ITIE) implicará um escrutínio mais rigoroso por parte dessa organização internacional.

Ele afirmou: “A partir de agora, estaremos sujeitos a uma avaliação mais detalhada dessa mesma entidade internacional. Portanto, buscamos realizar nossas ações de maneira transparente, visando a máxima transparência. Com isso, obteremos ganhos, pois os investidores terão maior confiança e serão motivados a direcionar seus investimentos para o nosso país”.